Facebook icon
Twitter icon

Educação no Trânsito

Como Funciona o Sistema GPS

O Sistema GPS (Sistema de Posicionamento Geográfico) destina-se basicamente a oferecer ao usuário sua posição geográfica expressa em coordenadas geográficas. O sistema consiste de uma rede de satélites dispostos em órbitas diversas, de modo que em qualquer ponto do planeta, sempre deveria haver uma quantidade razoável de satélites (3 ou mais) em movimento sobre o céu do usuário.

A outra ponta do sistema, é o receptor de sinais GPS que o usuário deverá portar. Este receptor vai receber o sinal dos satélites "visíveis" e vai calcular a sua posição (latitude e longitude).

Calcula-se em que posição o receptor está na superfície da terra, com base nos parâmetros das órbitas.

Os dados (data e hora, localização (latitude e longitude), velocidade, direção, estado da ignição, entradas e saídas digitais, botões do terminal de dados ) do equipamento embarcado (GPS) são enviados para a central de controle (Data Center) que possui o software de gestão SIM que processa estas informações e distribui os dados processados para os diversos centros de controle e garagens.


O Sistema de Monitoramento da SPTrans possui hoje em torno de 14.500 veículos monitorados através dos equipamentos embarcados (AVL ́s), 500 câmeras, 662 PMV ́s (Painéis de Mensagens Variáveis).

Fiscalização de Freqüência

Controle das fiscalizações efetuadas nos terminais principal (TP) ou secundário (TS) das linhas. Comparativo da quantidade das viagens fiscalizadas por faixa horária com as viagens programadas na OSO. Balanceamento das viagens por faixa horária, de acordo com o critério da portaria do RESAM – Resoluções sanções e Multas.

Informação de Origem/Destino - 156

Através dos dados cadastrados o sistema possibilita a prestação de informações atualizadas em tempo real aos usuários por telefone (através da Central 156) sobre as opções de transporte coletivo, desde a origem até o destino de uma viagem, incluindo os deslocamentos a pé para acessar o meio de transporte, as linhas necessárias, os pontos de embarque e desembarque, as distâncias, o tempo de viagem, tarifas, integrações, tipos de bilhete, etc.

Programação das Linhas - OSO

Controle das programações das linhas (sistema estrutural e local), mantendo o histórico dos dados:

Características operacionais (área, consórcio, empresa, garagem e outras); Frota por pico, tipo de dia e por tipo de tecnologia;

Viagens e tempo de percurso por faixa horária, por sentido, por tipo de dia e por tipo de viagem;

  • Horário das partidas para os veículos acessíveis;
  • Itinerário por tipo de dia (desenho no mapa).
  • Geração de OSO – Ordem de Serviço de Operação.
  • Geração de DOP – Dados Operacionais Previstos.
Reclamações dos Usuários

Controle das reclamações efetuadas pelos usuários , dos diversos assuntos que são gerenciados pela SPTrans, através da Central da Prefeitura – C156 ou pelo Sistema de Atendimento ao Cidadão – SAC da Prodam (Internet).